Categorias
Uncategorized

Dia do Professor

Pedagógico

Você sabe a origem do Dia do Professor? Conheça a história por trás do 15 de outubro!

Em 15 de outubro comemora-se o Dia do Professor em todo o Brasil. Mas você sabe qual o motivo da comemoração nesta data específica? A resposta vem do Brasil Imperial.

No dia 15 de outubro de 1827 (consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil, baixou um decreto que criou o Ensino Elementar no país. Pelo decreto, todas as cidades, vilas e lugarejos deveriam ter suas “escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava da descentralização do ensino, do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até sobre como os professores deveriam ser contratados.

A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje Ensino Fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc.) para a economia doméstica.

Cento e vinte anos depois, em 1947, um professor paulista teve a ideia de transformar a data em feriado e iniciou a tradição de homenagear os professores no dia 15 de outubro, em referência ao decreto de D. Pedro I.

A ideia surgiu porque o período letivo do segundo semestre escolar era muito longo: ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo o período. Para amenizar a estafa, um pequeno grupo de quatro educadores, liderados por Samuel Becker, teve a ideia de organizar um dia de folga. O dia também serviria para analisar os rumos do restante do ano letivo.

Foi então que o professor Becker sugeriu que esse encontro acontecesse no dia 15 de outubro. A sugestão foi aceita, e a comemoração, que acabaria se tornando uma pequena confraternização, teve a presença maciça de professores e alunos, que levaram até mesmo alguns doces preparados em casa.

O discurso do professor Becker, além de ratificar a ideia de manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase “Professor é profissão. Educador é missão”. A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

O Decreto define a essência e a razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Trata-se de uma das profissões mais importantes de nossa sociedade. E em 2020, ser professor foi, mais do que nunca, muito desafiador, por isso, neste ano, o Sistema Piaget, sistema de ensino presente em mais de 250 escolas brasileiras, resolveu presentear os educadores com um ‘spa mental’. A experiência, que acontecerá entre os dias 20/10 e 22/10, é on-line e tem o objetivo de promover equilíbrio, além de resgatar de energia e a motivação dos profissionais.

As escolas como conhecíamos não existem mais, e o novo contexto exigiu que todos, da rede pública às instituições privadas, adotassem métodos e práticas novas, que buscassem outras formas de ensinar. Para os professores que estiveram na linha de frente, foi preciso se reinventar, redescobrir. Espera-se que, nesse novo caminho trilhado pela educação, possamos valorizar esses profissionais da forma como eles merecem.  

Para todos os professores, a nossa gratidão e o nosso carinho!

Sistema Piaget

Receba nossa newsletter!