Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility A MÚSICA COMO RECURSO PEDAGÓGICO – Sistema Piaget
Categorias
Uncategorized

A MÚSICA COMO RECURSO PEDAGÓGICO

A MÚSICA COMO RECURSO PEDAGÓGICO

Efeitos na emoção e no aprendizado das crianças

Pedagógico

Por Maria Luísa Silvestre

Quem não gosta de música?                             

Quando a pessoa escuta uma música, ela se encanta, fica feliz, sonha… 

Não importa o ritmo, o estilo… toda música atua no emocional de quem a ouve. 

E a criança, em especial, adora música e a percebe como pura magia. Ouvindo e cantando,  ela brinca, dança, se diverte e adquire inúmeros aprendizados.

Por isso, a música não pode faltar como disciplina do currículo escolar para os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental Anos Iniciais, ou como estratégia frequente para enriquecimento de qualquer programação de aula. 

BENEFÍCIOS DA  MÚSICA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Segundo os neurologistas, as atividades que envolvem música têm um papel especial no estímulo de áreas específicas do cérebro, beneficiando o desenvolvimento geral da mente e da capacidade cognitiva.

No aspecto emocional, as pesquisas são unânimes sobre o efeito de calma, equilíbrio, bem-estar e alegria que a música oferece. 

Para as crianças, quando cantada, a música desperta a consciência rítmica e estética, e amplia a linguagem oral.

E,  se tocada,  mesmo com instrumentos musicais simples ou de brinquedo, a percepção sonora de uma melodia e a produção de sons estimulam a percepção corporal,  a coordenação motora, a concentração e a memória.

PRESENÇA DA MÚSICA EM DIFERENTES  DISCIPLINAS

Nas aulas, um recurso que sempre dá certo é colocar uma música suave de fundo para ajudar a turma a se concentrar nos estudos. 

Também convém ao professor encontrar uma música adequada ao assunto de sua aula, apresentá-la aos alunos e convidá-los para cantar.

Qualquer aula pode ser contextualizada com uma  canção, já que  existem músicas sobre  todos os temas.

Música, portanto, é uma ótima ferramenta pedagógica para variadas disciplinas,  como a  Matemática, por exemplo. Uma vez escolhida uma melodia agradável, as letras podem ser construídas em forma de paródias ou rimas. No Youtube ou em outros canais similares, podem ser encontradas paródias prontas sobre  os conceitos matemáticos.

Criando novas letras ou aproveitando cantigas já existentes, muitos professores utilizam músicas  relacionadas aos assuntos estudados, motivando os alunos e facilitando o aprendizado.

TOCANDO COM O PROFESSOR DE MÚSICA

As aulas de Música também são importantes para despertar nos alunos o interesse tanto pelo canto quanto para o aprendizado de um instrumento.

Uma boa opção é o professor de Música da escola promover frequentes “encontros musicais”, em que ele canta e toca um instrumento musical, e os alunos o acompanham com seus instrumentos de  brinquedo ou confeccionados na cultura MAKER.

Nesses momentos, como numa brincadeira, os alunos procuram seguir o professor, utilizando chocalho, flauta, violão, pandeiro, tambor, entre outros meios de produção de sons. 

O que vale é a criatividade e a alegria de se expressar pela música.

INSTRUMENTOS MUSICAIS DE BRINQUEDO

Na brinquedoteca da sua escola não podem faltar instrumentos musicais de brinquedo de todos os tipos (de corda, de sopro e de percussão).

Primeiramente, o professor deverá mencionar o nome de cada um dos instrumentos. Em seguida, deixar as crianças manusearem cada um deles para ouvir os sons. Então, poderão escolher um para tocar.

Mesmo sendo de forma improvisada, seguir uma música com um instrumento musical contribui para a comunicação, expressão corporal e socialização da criança. Isso sem contar com o desenvolvimento de sua sensibilidade e até o surgimento de um interesse em aprender a tocar um instrumento.

CRIAÇÃO DE INSTRUMENTOS DE SUCATA

Utilizando a Cultura Maker (uma proposta do “faça você mesmo”, com materiais recicláveis variados), os professores podem organizar oficinas de criação de instrumentos musicais. São inúmeras as possibilidades. Na internet, encontramos ensinamentos dessas  construções apropriadas a todas as faixas etárias. Para os alunos do Ensino Fundamental, há  propostas mais elaboradas, mas   que eles conseguem montar.

Assim, criando o próprio instrumento e dele extraindo sons para acompanhar uma música, os alunos se sentem duplamente felizes.

MONTAGEM DE UMA BANDA

Uma outra estratégia divertida e motivadora é a formação de uma bandinha. Pode ser com instrumentos de brinquedo ou, melhor ainda, com instrumentos que eles mesmos criarem. 

Em datas comemorativas, como Carnaval, Dia do Livro, Dia da Criança ou Dia do Meio Ambiente, a bandinha pode sair pela escola cantando músicas relacionadas à festa. 

Uma sugestão bem simples é formar a bandinha só com tambores feitos de latas de leite.

O importante é que, com música, os aprendizados sobre os eventos ficam potencializados e as crianças, tocando e cantando, guardarão esses momentos tão especiais em sua memória infantil.

Além disso, a bandinha, com suas apresentações em grupo, traz outra contribuição fundamental às crianças: a socialização.

Que tal a sua escola trabalhar bastante com música? As crianças e os pais irão aprovar!

Receba nossa newsletter!